Versão Musical


Não quero te esquecer

Seu calor sobre a almofada se acabou pra mim faz falta.
E as lembranças não me deixam ver que nada será com um dia foi (Um dia foi...)
A dor me desarma e chorar já não me acalma.
Pouco a pouco começo a enlouquecer e não sei o que virá depois (Depois...)

Pode ser que me falte a fé, mas voltou acreditar que isso não se acaba.
Sonho que tento te beijar, mas faltou me queimar a vida me escapa.
E ainda que tenha que sofrer, não quero te esquecer...

Hoje não resta nada de um amor que se acaba.
Pouco a pouco começo a compreender que não tenho muito o que perder... (O que perder).

Pode ser que me falte a fé, mas volto acreditar que isso não se acaba.
Sonho que tento te beijar, e voltou a me queimar a vida me escapa.
E ainda que tenha que sofrer, não quero te esquecer...

Olho o relógio e começo aceitar que o tempo não passa.
Em um segundo finjo que quero escapar, mas eu volto pra mais.
No final não há nada mais...

Pode ser que me falte a fé, mas volto acreditar que isso não se acaba.
Sonho que tento te beijar e voltou a me queimar a vida me escapa.
E ainda que tenha que sofrer em minh'alma... Ainda que tenha que sofrer, não quero te esquecer...

(Huum...)
Não quero te esquecer...



Música Original


No te quiero olvidar

Tu calor sobre la almohada se esfumó
Y hoy me hace falta
Los recuerdos no me dejan ver
Que nada volverá a ser como ayer, como ayer
El dolor me desarma
Y llorar ya no me calma
Poco a poco empiezo a enloquecer
Y no se que podrá venir después, después

Puede que me ciegue la fé
Pero vuelvo a creer
Que esto no se acaba
Sueño que te intento besar
Y me vuelvo a quemar
La vida se me escapa
Y aunque cada vez duele más
No te quiero olvidar

Hoy que no, no queda nada
De un amor que se apaga
Poco a poco empiezo a comprender
Que no me queda tanto que perder, que perder

Puede que me cigue la fé
Pero vuelvo a creer
Que estó no se acaba
Sueño que te intento besar
Y me vuelvo a quemar
La vida se me escapa
Y aunque cada vez duele más
No te quiero olvidar

Miro el reloj empiezo a aceptar
Que el tiempo me atrapa
Y en un segundo finjo que me quiero escapar
Pero vuelvo por más
Y al final ya no hay más

Puede que me ciegue la fé
Pero vuelvo a creer, creer
Que estó no se acabá
sueño que te intento besar
Y me vuelvo a quemar
La vida se me escapa
Y aunque cada vez duele más
En mi alma
Y aunque cada vez duele más
No te quiero olvidar
No te quiero olvidar

© 2019 Original ou Versão, Todos os direitos reservados.

Termos de Uso